Post Randômico: João Pessoa – Paraíba

JP_00

João Pessoa, capital do estado da Paraíba é uma das menores e mais antigas capitais do nordeste brasileiro. Por ser pequena, ainda preserva aquele “ar” de cidade interiorana com trânsito tranquilo e poquíssimos arranha-céus. Diferentemente da maioria das urbanizações em cidades litorâneas, João Pessoa nasceu “de costas” para o mar, na beira do rio Sanhauá. Por ser relativamente recente, a ocupação da orla possui legislação que limita a altura dos prédios, fazendo que a praia não fique na sombra como ocorre em diversas praias no Brasil. Outro aspecto que me chamou a atenção é o fato da cidade ser bastante arborizada, até uma reserva de Mata Atlântica preservada em plena área urbana (Buraquinho) JP, como é carinhosamente chamada, tem.

JP_orla

JP_02

JP está num dos pontos mais à leste do nosso país, caso você tenha intenção de ir até a África nadando o ponto mais propício é aqui, rsrsrs. Em função disso, para aproveitar bem o dia o ideal é acordar cedo pois às 5h o sol já está raiando e às 8h já está praticamente à pino. Obviamente em função disso o dia acaba sendo mais “curto” pois às 17h o sol já se foi.

A cidade ainda não entrou na rota das grandes massas de turistas que invadiram algumas capitais do nordeste e por isso preserva praias tranquilas e com poucos vendedores ambulantes. E além das praias vale a pena dedicar um tempinho para vistar o centro histórico. Não sei porque ninguém comenta sobre as belíssimas construções que temos em JP e felizmente algumas estão muito bem preservadas. A verdade é que todo mundo que eu sei que foi à Paraíba se apaixonou e virou fã, incluindo eu!

DSC04766

Como vim de Recife minha chegada à cidade foi pela Rodoviária (Terminal Rodoviário Severino Camelo) e como estava sozinha optei por pegar um táxi até o hotel. Quem chega de avião desembarca no Aeroporto Internacional Presidente Castro Pinto que fica na cidade de Bayeux (região metropolitanda), distante cerca de 20km do centro de JP. Não existe van ou transporte executivo leve até as praias, a opção mais econômica é pegar um ônibus de linha até o centro e outro até a região do hotel…só que isso levará quase 2h!!!

Eu fiquei 4 dias no total, aproveitei um feriadão prolongado, mas foi o suficiente para fazer o básico. Não loquei carro e fiz todos os passeios com o Luke Receptivo que atendeu muito bem as expectativas. Me hospedei no Nord Green Sunset no bairro de Cabo Branco, não achei ruim, mas achei que um hotel em Tambaú teria sido uma opção mais central para quem está sem carro pois é lá que está a maior concentração turística da cidade com barzinhos, restaurantes e feirinha de artesanato. Com relação às praias não há restrição alguma para escolher o hotel pois as praias de João Pessoas estão entre as praias urbanas mais limpas do país.

JP_orla 2

No geral os pessoenses preferem a praia do Bessa, já a turistada frequenta mais Tambaú localizada no centro turístico da cidade. Tambaú possui um pouco mais de infra-estrutura como quiosques/barracas de praia e aluguel de equipamentos para a prática de esportes. As praias de Manaíra e Cabo Branco são mais tranquilas, mas lá é mais díficil de achar guarda-sol/cadeiras para locar, assim como quiosque para fazer um lanche.

É de Tambaú que saem os barcos para fazer o passeio até Picãonzinho (piscinas naturais à 2km da costa). Infelizmente não consegui conhecer nem Picãozinho, nem Areia Vermelha (um grande banco de areia que se forma em alto mar), que estão entre os pontos imperdíveis. Mas esses dois passeios dependem da maré, ela tem que estar baixa para as embarcações saírem e bem no final de semana que eu estava ela ficou alta…

Pertinho da orla, ainda em Tambaú, fica o MAP Mercado de Arte Paraíbano. Lá é o melhor local para comprar artesanato típico: roupas em algodão colorido, chapéu cangaceiro e todas aquelas lembrancinhas que compramos em viagem. Outra opção é a Feirinha de Artesanato de Tambaú, em frente ao hotel de mesmo nome (aquele que mais parece um dico voador).

Seguindo um roteiro básico, ainda consegui visitar o Centro Histórico, as praias do litoral Norte com o entardecer na praia do Jacaré, praias da Costa do Conde (litoral sul), a Estação Ciência (obra do arquiteto Oscar Niemeyer) e o Farol do Cabo Branco na Ponta dos Seixas.

DSC04723

DSC04686

Voltei encantada com João Pessoa e com o povo Paraíbano, educado e muito hospitaleiro. Minha viagem foi muito bate-volta, consegui fazer o essencial para ficar com gostinho de quero mais. Pretendo ainda voltar e curtir tudo com mais calma.

JP_01

P.S. Boa parte das fotos foram gentilmente cedidas pela minha prima Laura, que aparece na foto acima 🙂

Anúncios
Esse post foi publicado em João Pessoa, Paraíba e marcado , . Guardar link permanente.

Dê vida ao Arquitetando Rotas, comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s