Moscou express…primeiro dia!

*Para o post não ficar muito longo, resolvi dividir em 2 posts (já que foram 2 dias)

A saída da capital portuga já começou frenética, saímos às 20h30 do aeroporto de Lisboa rumo à Moscou com chegada prevista para às 5h da manhã, em função do mau tempo tivemos que parar em Praga e acabamos chegando 6h30 em Moscou…

http://arquitetMoscou_andorotas.wordpress.com

Levamos quase 3 horas do aeroporto até o hotel pois pegamos todo o trânsito matutino dos moscovitas. Se alguém tivesse me contado eu não acreditaria, é enlouquecedora a quantidade de carros pelas estradas, ruas e avenidas de Moscou! São congestionamentos quilométricos de carros de alto luxo à Ladas, alguns com o motorista sentado à esquerda outros à direita! Eu nunca tinha visto isso…

Moscou_Congestionamento

Ficamos apenas 2 dias em Moscou, ao meu ver poderiam ser mais, caso você queira fazer as coisas com mais calma. Vou descrever nesse post os locais que visitamos, que foi o básico para uma primeira visita. Em outro coloco o “plus”.

Começamos visitando um lugar que não faz parte da maioria dos roteiros turísticos mas que eu super recomendo: os aposentos dos Romanov em Zaryadie (Romanov Chambers in Zaryadie). A casa é um museu pequeno mas muito interessante, dedicado à vida da família Romanov, ainda no período em que eram meros “boiardos” (denominação dada aos nobres russos) ou seja, antes de se tornarem czares. O tour passa pelos diversos aposentos originais (restaurados) da casa construída no por volta do século XVI por Nikita Romanov. Seu neto, Mikhail Romanov viria a se tornar o primeiro czar da dinastia que duraria 300 anos no poder. Todos os ambientes possuem alguma explicação em inglês, mas infelizmente não se podem tirar fotos no interior. O bacana da visita é que a casa nos leva à uma viagem no tempo e realmente podemos imaginar como a família vivia, quais aposentos só eram frequentados pelas mulheres, o tipo de mobiliário existente na época e até mesmo a estatura das pessoas, pois as portas eram muito pequenas!!

Aposentos dos Romanov

Foto_Romanovs chamber

De lá seguimos em direção à Catedral de São Basílico, que é tudo e mais um pouco do que eu imaginava ao ver as fotos na internet. Ela é o símbolo da cidade, eu arriscaria até do país. Não é tão grande quanto aparenta nas fotos, é verdade, mas é bonita demais. A sensação que eu tinha era de estar em um conto de fadas, ou na Disney World (no bom sentido!) e pra mim toda aquela profusão de formar, cores e padronagens só faz sentido por estar na Rússia, por representar a alma, a cultura russa pois em qualquer outro lugar do mundo eu acharia uma arquitetura kitsch.

Sao Basilio_1

Sao Basilio_moscou

Russia 304

A catedral fica na Praça Vermelha e marca o centro geométrico e de crescimento da cidade, foi mandada construir por Ivan IV (o Terrível) nos anos 1555 – 1561, em comemoração à conquista de Kazan e Astrakhan. Tudo indica que o projeto do arquiteto Postnik Barma Yakolev foi totalmente inédito, marcando o clímax da arquitetura nacional russa no século XVII. Antes da construção da São Basílio esse estilo de cobertura em forma de tendas e domus cebola (como são chamadas as cúpulas) havia sido utilizado somente na construção de algumas poucas igrejas em madeira.

praça vermelha

Russia_Praça vermelha

No seu exterior temos a “aparente” anarquia de formas, que na verdade esconde o projeto de fácil compreensão de 9 capelas principais: a principal, com pé-direito mais alto no centro, quatro grandes torres octogonais cobertas com os maiores domus e no meio destas outras quatro capelas menorzinhas, cobertas com os domus pequenos (pelo cartão postal dá para identificar quase todas). A lenda conta que Ivan teria mandado cegar os arquitetos para esses nunca mais fizessem outro projeto como a São Basílio, mito obviamente pois os registros mostram que ambos trabalharam na construção de uma capela adicional (4anos após a morte de Ivan IV).

Postal início séc. XX

Postal início séc. XX | Fonte: wikipedia

A Praça Vermelha é um retângulo onde temos nas menores faces a catedral de São Basílio “de costas” para o rio Moscou e na outra ponta o Museu de Historia Nacional. Nas faces maiores temos de um lado a muralha do Kremilin com a torre do Relógio, e do outro esta o Shopping GUM. É ali que está também o mausoléu de Lenin. Foi quando cheguei lá no meio da praça que percebi o quanto ela era grande e detalhe, é de lá que saem as melhores fotos da Catedral, shopping e muralhas do Kremlin.

Foto: Ivan Mattos

Foto: Ivan Mattos

Russia_Praça Vermelha

Da praça fomos ate o shopping GUM, o maior símbolo do triunfo do capi­ta­lismo sobre os tem­pos de regime fechado e zero de futi­li­dade.

Praça Vermelha_GUM

Russia 315

A edificação onde hoje funciona o shopping foi construída em 1893, ainda no periodo imperialista. Em 1917, ano da Revolução Russa, eram 1200 lojas. Em 1953 passou a ser utilizado pelo regime comunista como a loja oficial do Estado. Esse era um dos únicos lugares em que a população tinha contato com roupas e utensílios vindos do ocidente, toda a União Soviética vinha ao GUM fazer compras, como uma especie de meca do consumo no período da Cortina de Ferro. Nos anos 90, com a entrada do capitalismo, o local foi vendido para a iniciativa privada e marcas de alta costura começaram a dominar os corredores,  pois o conceito do shopping está longe de ser popular. No térreo as joalherias gritam aos olhos de quem circula, já no segundo e terceiro andar as marcas como Lacoste, Dolce & Gabbana, Dior, Adidas e HP são algumas das que encontramos por lá. Ao todo são mais de 200 lojas, além de alguns restaurantes de alta gastronomia, tudo e muito pomposo. Com certeza Lenin deve ficar se revirando em seu mausoléu!

Russia 316

Russia_GUM Interior

Russia_Interior GUM

Emendamos do Gum rumo ao Teatro Bolshoi (que em português quer dizer teatro grande), nada é mais russo do que o ballet. Fomos assistir “Appolon Musagete”, a história é sobre a visita de três musas à Apollo (Deus grego da música). Gostando ou não de ballet ou de ópera, ir a um espetáculo no Bolshoi é uma experiência única. Infelizmente não pudemos ir no prédio principal, que estava fechado para reforma, mas de qualquer forma o  interior do “anexo” é de cair o queixo! Quando o sinal avisou que o espetáculo iria começar senti aquela mistura de ansiedade com felicidade, eu estava realizando um grande sonho: assistir ao vivo o ballet Bolshoi (fiz ballet durante 10 anos).

Duas  dicas importantes: não vá com uma roupa muito quente por baixo do casaco, a calefação é bemmm forte e tem chapelaria , caso você queira comprar alguma lembrancinha, cd, dvd ou camiseta, compre antes do espetáculo começar ou no primeiro intervalo, pois na saída ela estará fechada.

Russia_BOLSHOI

Russia_Bolshoi_int

Russia_Bolshoi_int

Russia_Bolshoi_int

As apresentações são sempre às 19h e a bilheteria costuma abrir às 11h. Diferentemente dos outros teatros, os bilhetes não podem ser comprados no teatralnaya kassa (quiosque). Dependendo da temporada pode-se reservá-los pelo telefone ou pela internet (aqui), mas o mais garantido é comprar direto no guichês dos teatros (main stage e new stage). Se for comprar de cambista, muito cuidado pois alguns costumam vender ingressos velhos ou falsificados. Um número restrito de ingressos é reservado para os estudantes, portanto se quiser desconto vá com antecedência e leve sua carteirinha.

Ticket

O espetáculo terminou por volta das 22h e janta foi pelo hotel mesmo, já que no outro dia a programação seria intensa!

Anúncios
Esse post foi publicado em Moscou, Rússia e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Moscou express…primeiro dia!

  1. Regina Dalle Grave Schmitt disse:

    Que legal teu blog Amanda!

  2. Amanda Roth disse:

    Era um projeto antigo Regina, esse ano resolvi colocar em prática.
    Seja sempre bem vinda 🙂
    Bjs!

  3. Pingback: Roteiro Moscou–São Petersburgo (8 dias) | Arquitetando Rotas

Dê vida ao Arquitetando Rotas, comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s